As observações do Filhote

Em fevereiro ele fará 5 anos e será o primeiro aniversário comemorado no Brasil. Aliás, o preço de uma festa infantil aqui custa o mesmo que vir pra cá de avião doa EUA… Preciso rever minha tabela de valores…

Como fazemos o mesmo percurso pra ir a colônia de férias  toda tarde, ele anda observando:

Mamãe, como pode andar de moto em cima da calçada! Lá em Virginia não pode!

Todo dia tem cocô de cachorro! O au-au tem que ir pro castigo! E então eu explico que quem tem que limpar é o dono do cachorro e ele:

Ah! Então o adulto vai de castigo!

E ele explicando pra minha mãe:

– Vovó, você põe o saco de plástico na mão e depois joga o cocô no lixo…

Mamãe, alguém quebrou uma garrafa  no chão!

Se uma criança dessa idade tem bom senso, o que acontece com os adultos daqui??!!

Anúncios

6 Responses to “As observações do Filhote”


  1. 1 Gi 14/01/2009 às 3:31 PM

    Sem querer alongar o papo.. já alongando, Isabella. 😉

    Cristiane, na minha opinião, respeitabilidade não tem muito a ver com nação. Tem a ver com o ser humano e com caráter. Se alguém trata o outro bem, vai ter de volta na maioria das vezes um bom tratamento. Já dizia o nosso Profeta Gentileza. 😉 Ele era carioca. Desordem urbana é outra coisa; é o governo compactuando com o caos e nutrindo mais ainda o stress diário de uma cidade grande como o Rio, por exemplo. E se os cidadãos terminam se desrespeitando, há de se refletir se os governantes não têm uma máxima culpa no cartório.

    No mais, se eu tivesse um filho e se morássemos fora do Brasil, não ia querer que ele comentasse sobre o meu país com desdém; ou o dele, caso tenha nascido no mesmo país onde nasci. Já as observações e comparações, críticas construtivas são muito saudáveis para um bom desenvolvimento da criança. E não o preconceito em relação a uma ou outra sociedade. Tanto é que na França é raro o exercício da respeitabilidade e estamos falando de um país de primeiro-mundo.

    Abraços

  2. 2 Cristiane Fetter 14/01/2009 às 3:10 PM

    O meu também faz 5 agora em fevereiro, no dia 8.
    O meu menino quando vai ao Brasil também estranha estas coisas, isso quer dizer que o esforço de não estar no Brasil está fazendo super bem a eles, já que a observação do ambiente, de viver em uma comunidade que se respeita está dando certo.
    bjks

  3. 3 Gi 12/01/2009 às 8:54 PM

    me lembrei de uma coisa hilária. Se seu filho estivesse em Paris e/ou arredores ficaria mais chocado ainda com o excesso de cocôs nas ruas e de cinismo francês. Imagine que já vi inúmeras vezes o tal “espace de chiens” vazio e nos lados tudo cheio de “caca”. A diferença é que a maior parte do ano é frio e temperatura amena. No calor esses cheiros ficam mais fortes. Lembro como se fosse ontem: quando entrou o início do verão ficava aquele odor de “parfum français”. Ahahaha!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




TWITTER – O ANDA ACONTECENDO NO MEU ATELIE?

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

E HOJE É DIA…

janeiro 2009
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

QUEM ANDA COMENTANDO NO TQG:

bellavida em Eu era feliz e sabia : )
Odila Nunes em Eu era feliz e sabia : )
lovetz.org em Calcinha Exocet
Carla Cristina. em Maria sem vergonha!
Sandra mendonça em Crocs upgrade!

O QUE MAIS CLICAM NO TQG!

  • Nenhum

TQG STATS:

  • 230,755 já clicaram aqui desde abril de 2007!

TQG POR MÊS/ANO!

CATEGORIAS TQG:


%d blogueiros gostam disto: