O Rio de Janeiro continua sendo…

Isabella, vir de férias podendo se benefeciar do câmbio é muito bom, mas por outro lado, alguns pobres mortais também podem usufruir do bom no Rio. Eu mesma nem sei se continuarei na zona sul, pois é cara demais para morar. Estou procurando apês. Enfim, que bom que você aproveitou tudo isso. Sempre tive vontade de comer no Ráscal, tem no shopping que é em frente a minha ex casa. Só que é ultracaro. Programa 0800 bom mesmo tem vários, como o que fiz ontem: pôr do sol no Arpoador, mergulhei no mar e stava delicioso; água calma.. òtimo. Depois milho cozido, água de coco.. Nada melhor. E é sempre preciso voltar à realidade depois! ;-0 Ah, sobre as crianças de rua: esses lugares que você frequentou (ou ao menos esses do post) não têm quase crianças de rua. Elas ficamem Copa e no início de Ipanema, como na Rua Jangadeiros, por exemplo. Muitos jovens se afundando no crack, etc. Tudo bem, não quero assustar ninguém, mas em alguns bairros do Rio eles “limpam” tudo muito bem. A verdade é que a cidade está cada dia que passa mais tomada pela favelização e pela discrepância de bolsos. Continua sendo “minha cidade”, claro, mas vou sempre falar as verdades: boas e más!
Feliz Natal e feliz Ano Novo!

Gi

A Gi deixou o comentário acima e não posso deixar de concordar com ela. O Rio de Janeiro que conheço foi o que descrevi e sei bem que não retrata a realidade de muita gente que mora lá.

A verdade é que o Rio de Janeiro dos cartões postais vai do Leblon ao Posto 6. E, segundo a Gi, é a parte que o governo se preocupa em manter “limpa”.  A zona oeste, São Conrado, Barra, Recreio, estão isolados de uma certa forma pelo trânsito caótico Lagoa-Barra e pela Niemeyer da Rocinha…

SUJO: muita gente tem cachorro mas não se dá ao trabalho de limpar o que os adoráveis bichinhos deixam pra trás… Então fica a cargo do pedreste se desviar da sujeira. Já o cheiro, é inevitável… As pixações diminuíram mas ainda enfeiam alguns edifícios… As praias estão condenadas pela saúde pública…

MAL-EDUCADO: eu não entendo carros parados nas calçadas. O pedestre não tem vez. Por outro lado, as pessoas continuam a atravessar a rua fora da faixa, atrapalhando o trânsito e correndo o sério risco de serem atropeladas pelos motoboys insanos. As palavras “por favor”, “obrigado”, “de nada”, “dá licença”, não são pronunciadas tantas vezes quanto necessárias… Crianças no banco da frente e soltas nos bancos de trás sem cadeirinha ou cinto de segurança ainda são constantes. Li que a estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade que fica em Copacabana já foi consertada inúmeras vezes depois que vânda-los a atacam…

FEIO: Por que tantas grades nos edifícios? A pergunta chega a ser ridícula já que a resposta é óbvia. Mas entra governos, sai governo, e a violência só aumenta. Pelo visto na mesma proporção do tamanho das grades…

…INJUSTO: a desigualdade social não é exclusividade do Rio. É o mal que assola o Brasil e tem raízes profundas.

…ELISTISTA: o que se veste, onde se mora, o carro que dirige dita o status de cada um. Até no português que se fala, há discriminação.

…CARO: Levando em consideração o valor do salário mínimo, o Rio como todo o Brasil, é uma cidade cara. Mesmo com um câmbio favorável, os preços não fazem sentido. Parece não haver opções. E todos se perguntam como as pessoas vivem…

O Rio e o Brasil vão ser sempre essa colcha de retalhos. Onde as aparências não enganam.

Anúncios

5 Responses to “O Rio de Janeiro continua sendo…”


  1. 1 Gi 06/01/2009 às 2:01 AM

    Valeu! Pois é, essa parte sempre foi mais difícil pra mim: ser feliz. Sou bastante insatisfeita sempre. E falando nisso, acabei de “me enxergar um pouco em Maysa. Tava vendo o primeiro capítulo da mini-série. Adoro tudo escrito pelo Manoel Carlos. 😉

  2. 2 bellavida 05/01/2009 às 6:02 PM

    Oi Gi, é isso aí! Bola pra frente! Todo mundo tem direito a dar palpite e ter opinião própria.

    Pode fazer a publicidade que quiser! Inclusive posso falar com uma amiga que o marido trabalha no consulado americano. Quem sabe alguém lá está precisando de aulas de português? E de francês tb!

    Morar fora tb tem suas desvantagens (como tudo na vida). O importante é estarmos felizes. Pelo menos é o que eu tento fazer : )

    bjs e boa sorte!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




TWITTER – O ANDA ACONTECENDO NO MEU ATELIE?

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

E HOJE É DIA…

janeiro 2009
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

QUEM ANDA COMENTANDO NO TQG:

bellavida em Eu era feliz e sabia : )
Odila Nunes em Eu era feliz e sabia : )
lovetz.org em Calcinha Exocet
Carla Cristina. em Maria sem vergonha!
Sandra mendonça em Crocs upgrade!

O QUE MAIS CLICAM NO TQG!

TQG STATS:

  • 231,256 já clicaram aqui desde abril de 2007!

TQG POR MÊS/ANO!

CATEGORIAS TQG:


%d blogueiros gostam disto: